doctor-1015626_1920

Por se tratar de um local com alta circulação de pessoas, o condomínio precisa estar preparado para lidar com situações de risco à saúde, e que envolvem emergência.

Para realizar um atendimento de primeiros socorros não é necessário ser nenhum especialista, mas, sim, ter noção sobre salvamentos e poder efetuá-los  em casos de acidentes, desmaios, convulsões, asmas, queimaduras e problemas cardíacos.

O condomínio pode formar alguns de seus funcionários na área. De acordo com a norma NR-05 do Ministério do Trabalho, é obrigatório que pelo menos um funcionário seja formado pela CIPA (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes). No curso é disponibilizadas informações sobre primeiros socorros e cuidado ao ambiente de trabalho.

A norma NR-07 regulamentada pelo Ministério de Trabalho trata em seu artigo 7.5.1 que: “Todo estabelecimento deverá estar equipado com material necessário à prestação dos primeiros socorros, considerando-se as características da atividade desenvolvida; manter esse material guardado em local adequado e aos cuidados de pessoa treinada para esse fim”. Dessa forma, é importante que o edilício contenha um kit de socorro, pois, o trabalhador ou morador que realizará o atendimento nem sempre o tem. O kit básico conta, normalmente, com luvas, máscara, gaze, esparadrapo, soro fisiológico, algodão, colar cervical e tesouras.

Caso não exista no edifício qualquer pessoa que saiba lidar com o problema, é necessário que o síndico faça o curso para melhor atender o local.

Orientação do Corpo de Bombeiros

– Quando uma vítima estiver desacordada, deve ser realizada uma massagem cardíaca.

– Em caso de convulsão, a vítima deve ser deitada de lado, a mão deve apoiar a cabeça e a perna permanecer em cima da outra.

– Quando ocorre uma queimadura, o local deve ser lavado com água corrente. Nada de aplicar produtos como pasta de dente, pode afetar ainda mais a pele.

– Quando a vítima está engasgada, deve-se posicionar atrás, fechar a mão entre a região do umbigo e a boca do estômago, aplicando-se compreensões abdominais.

– Em caso de emergência deve ser acionado pelo 193 o Corpo de Bombeiros imediatamente. Quem está realizando a ligação deve manter a calma, para que o salvamento seja enviado com rapidez.

 

Conheça essas e outras dicas de primeiros socorros no panfleto disponibilizado pelo Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo.