electrician-1080554_1920

O condomínio é um local onde circula diversas pessoas diariamente. Portanto, o ideal é que os serviços dos profissionais, tanto da portaria, limpeza, manutenção, assim como outros, sejam sempre vistoriados.

O síndico deve fiscalizar o trabalho dos funcionários, porém, se os moradores verificarem algo estranho e/ou errado devem também avisar o administrador sobre o problema, pois regras precisam ser cumpridas. Por exemplo: se as normas para adentrar o condomínio não estão sendo seguidas de forma adequada, como passadas pelo responsável do edilício, a segurança do local pode estar inepta, o que facilita a entrada e prejudica a segurança de quem vive no condomínio.

Existem erros que podem ser evitados, ações que variam na vida condominial, como não averiguar quem entra no edifício, não pedir documentos do visitante e não esperar a deliberação do proprietário. Devido falhas como essas, corriqueiramente se vê nos noticiários relatos de arrastões, assaltos e invasões em condomínios.

Outro problema muito usual em empreendimentos é a falta de limpeza ou simplesmente uma organização inadequada nos principais locais da edificação ou com maior circulação de pessoas. Isso porque a falta de uma boa higienização pode-se levar a fatores de riscos para quem vive na propriedade, pois assim, é mais fácil a circulação de bactérias, causando doenças, como o vírus da gripe. Contudo, para evitar tais situações, é necessária uma arrumação em todos os lugares, é preciso ter cuidado com os corrimões, maçanetas de portas e botões de elevadores, já que todos os moradores usam o espaço.

Caso o serviço utilizado no condomínio não seja eficiente, o melhor a fazer é realizar uma nova contratação, porém vale ressaltar que toda e qualquer decisão deve ser tomada em assembleia.

Antes de contratar uma nova empresa, o síndico deve pesquisar no mercado tanto os valores quanto aos benefícios e melhorias que a instituição terceirizada oferece, para que assim seja admitidos profissionais responsáveis e confiáveis.