pool-1208191_1920

Quem vive em condomínio sabe que o local pode oferecer diversos meios para o entretenimento, alguns chegam a disponibilizar uma programação tão farta que faz com que o morador nem pense em sair de casa.

Lazer e convívio para as crianças

Márcio Rachkorsky, autor do livro “Tudo o que você precisa saber sobre condomínios”, é advogado de mais de 100 edilícios e síndico profissional de outros 20. Em entrevista ao site “Exame”, o profissional explicou as vantagens de viver em um condomínio-clube: “Para as crianças, é um sonho. Tem piscina, quadra, cinema e além de todo o lazer. Como eles têm muitas unidades, a criança tem a possibilidade de fazer amizades”, disse Rachkorsky.

Além das grandes atividades propostas no empreendimento, o local é adaptado com equipamentos de maior segurança, isso porque o número de pessoas que vivem e circulam na região é muito maior.

A valorização do imóvel é um dos itens mais importantes para manter um condomínio-clube bem adaptado, os fatores que ajudam a ter uma imagem qualificada do local é uma boa localização, um edifício bem conservado e cuidado.

Desvantagem

Apesar das grandes oportunidades oferecidas para quem vive no edilício, o morador deve saber que o ambiente pode proporcionar menos privacidade, pois no local existem mais unidades, dessa maneira, a chance de pegar o elevador sem ninguém é quase impossível. É muita gente, muita regra, muito veículo. Por isso, o síndico precisa ser totalmente responsável para evitar uma má administração.

Um condomínio-clube é um dos empreendimentos mais valorizados, porém, ele necessita de cuidado e atenção. O síndico, como responsável, deve orientar os condôminos e fazer valer as leis internas que o ajudarão a ter uma boa gestão.